Semana Literária é desenvolvida em escola municipal de Lorena

A leitura literária foi fonte de inspiração para atividades educativas e culturais realizadas pelos estudantes da escola municipal Geraldo José Rodrigues Alckmin, na semana passada.

Preocupada em incentivar a prática da leitura aos alunos, a diretora Afra Maria Resende, procurou incentivar a literatura por meio da realização da I Semana Literária da escola. O evento contou com a promoção de diversas atividades, como apresentações de teatro e dança, contos, exposições de trabalhos, além da participação da palhaça Dri-Dri com suas brincadeiras.

De acordo com a vice-diretora, Evelise, a Semana foi de muito encontro e encantamento. “Toda a programação beneficiou os alunos para que pudessem desenvolver habilidades de escrever textos de gêneros poéticos e serem mais conhecedores da cultura local”, explicou.

Toda comunidade escolar participou e saíram enriquecidos por histórias, livros e experiências. “Foi uma semana diferente e prazerosa, que com certeza trouxe resultados na formação de alunos com competência linguística”, afirmou o secretário de Educação, Elcio Vieira.

 

 

Jornal ATOS, 20 de novembro de 2008.

Bazar do Bem reúne artistas de Guará e Lorena para ajudar deficientes

Objetivo é ajudar na capacitação de verbas para assistidos do Instituto Lucas Amoroso

Mais uma vez será realizado em Guaratinguetá um evento dedicado à solidariedade, arte cultural, moda e bem-estar. É o II Bazar do Bem.

Promovido pelo Instituto Lucas Amoroso, o bazar é uma estratégia da instituição para a capacitação de recursos, que terão a finalidade de ajudar no desenvolvimento dos trabalhos realizados.

De acordo com a diretora geral do Instituto, Márcia Regina Amoroso, o primeiro bazar realizado no mês de maio deste ano foi muito bem aceito pela população e, por isso, decidiu fazer mais um. “As pessoas gostam muito do preço acessível dos produtos que são vendidos, e por isso comparecem. Esta é uma ação que tem o objetivo de atingir o bem de todos, tanto de quem produz, como de quem compra e quem irá receber o dinheiro”, explicou.

Quem comparecer no bazar poderá encontrar um pouco de tudo. São cerca de 20 artistas de Guará e Lorena vendendo diversos produtos, como utensílios domésticos, produtos de decoração, roupas, perfumaria, joias, bijuterias e doces doados por lojistas.

Segundo Márcia, outro objetivo desse evento é espalhar a cultura do bem e informações a respeito da inclusão das pessoas com deficiência. “Durante todo o bazar nós apresentaremos vídeos e textos que abordam a questão da deficiência e da importância de sua inclusão na sociedade”.

O segundo bazar terá início no dia 27 de novembro, quinta-feira, às 10h, com a apresentação do coral Encanto das Mãos (coral constituído por crianças surdas). O evento estará aberto à população, das 10h às 19h, até o dia 29. No dia 30, domingo, será encerrado às 15h. São esperadas mais de 300 pessoas para participarem do Bazar do Bem.

De acordo com a diretora, a parte do dinheiro destinada ao Instituto Lucas Amoroso será revertido para a compra de materiais necessários aos trabalhos desenvolvidos com os deficientes. “Nós temos uma série de metas a serem cumpridas, e por isso precisamos desse recurso para atingi-las”. Desta forma, serão comprados equipamentos usados em terapias e materiais pedagógicos, para que as crianças possam aprender e depois possam ser incluídas nas escolas regulares.

O II Bazar do Bem será realizado em uma casa localizada na rua São Francisco, 214, Centro.

Instituto Lucas Amoroso – O instituto foi fundado em 3 de outubro de 2006 com o intuito de ajudar a crianças e adultos portadores de deficiência mental e/ou física. Atualmente são realizadas quatro linhas de trabalho.

A primeira linha oferece experiências pedagógicas à criança. Individualmente, a professora trabalha ensinando conteúdos pedagógicos para a criança e ensinando a mãe a lidar com seu filho. Após essa primeira fase, a criança é encaminhada para uma sala com outras crianças, onde serão realizados trabalhos em grupo, sendo que depois ela é inserida na escola regular e é acompanhada pelos terapeutas do instituto.

A segunda linha de trabalho faz orientações à família, podendo essas orientações serem individuais, em grupo, ou, se a família preferir, na sua própria casa.

A terceira linha é o trabalho clínico realizado no instituto. Atualmente são desenvolvidos trabalhos de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, psicopedagogia, odontologia (parceria com a Unesp), hidroterapia (parceria com a GuaráClin) e educação física.

E a quarta linha de trabalho é a capacitação de professores e de empresários que estão recebendo alunos nas escolas e pessoas no mercado de trabalho que possuem algum tipo de deficiência.

Hoje o Instituto Lucas Amoroso atende a 30 pessoas, entre crianças e adultos.

 

Jornal ATOS, 20 de novembro de 2008.

 

Cultura conta “A Evolução do Cartório” através de exposição

Evento expõe fotos dos casamentos realizados no mais antigo cartório da região

Você sabe qual a função de um cartório de registro civil? Sabe como foi sua evolução nos últimos séculos? É para responder essas e outras perguntas que o Cartório  de Registro Civil de Lorena, em parceria com a secretaria de Cultura, promove a exposição “A Evolução do Cartório”.

De acordo com a idealizadora do evento, Maristela Aparecida de Campos, o principal objetivo da exposição é comemorar o Dia do Notário e do Registrador, e contribuir com a Semana Nacional do Registro Civil. “Eu decidi prestar uma homenagem ao cartório de Lorena, que é um dos mais antigos do Vale, pois o primeiro ato lavrado data de 1889. E também será uma homenagem ao meu irmão, Guilherme Campos, que trabalhou no cartório da cidade, e que, no dia 18 completa dez anos de seu falecimento”, disse.

Quem quiser conferir a exposição, que estará aberta ao público das 8h às 17h na Casa da Cultura, poderá conhecer um pouco das atribuições de cada uma das atividades que são realizadas dentro de um cartório de registro civil. Ao falar das atividades, será tratado também sobre a função de cada trabalhador do cartório, como o registrador de pessoas naturais, o tabelião de notas e também o registrador de imóveis. “Aqui no cartório nós sempre recebemos excursões de alunos das escolas da cidade, que vem com o intuito de aprenderem a respeito do trabalho que nós realizamos, para saber como é feito o registro de nascimento, entre outras funções. Então pensei: porque não fazer uma exposição a respeito do cartório?”, explicou Maristela.

Os visitantes poderão apreciar várias fotos de casamentos realizados no cartório de Lorena pelo juiz de paz Jairo. Cerca de dois mil casamentos já foram realizados e registrados.

A exposição contará também com um material cedido pela Associação dos Cartórios de Registro Civil, mostrando toda a evolução que aconteceu nos cartórios, desde a caneta tinteiro, até a programação de informática. E outro material que estará presente na exposição são vídeos que retratam o dia-a-dia dos trabalhadores do cartório.

Segundo a secretária de Cultura, Eva Sales Leite, este é o primeiro evento que ocorre em Lorena que traz estudos e materiais voltados inteiramente para o cartório da cidade e suas comarcas existentes em Piquete e Canas. “Essa é uma oportunidade única para que os cidadãos possam conhecer todo o trabalho que é realizado nesse local e também, por meio do cartório é possível conhecer um pouco da história da cidade”, informou.

 

Jornal ATOS, 20 de novembro de 2008.

Região intensifica Campanha de Vacinação contra Rubéola

Guará não conseguiu atingir a meta de vacinar 95% da população

A Campanha Nacional de Vacinação para a Eliminação da Rubéola, que teve início no dia 09 de agosto, continua em vigor nas cidades da região. A meta do Ministério da Saúde com a campanha era vacinar 70 milhões de pessoas entre homens e mulheres de 20 a 39 anos, com o objetivo de erradicar a doença do país.

De acordo com dados da secretaria de Saúde de Guaratinguetá, até agora foram vacinados cerca de 17.154 homens (92,3%) e 16.190 mulheres (84,4%) durante a campanha. Como a meta é vacinar, no mínimo, 95% da população, a campanha deve ser estendida por mais tempo, até que se atinja a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde. Para isto, todas as unidades de saúde da cidade estão oferecendo a vacina gratuitamente, das 8h às 17h.

A rubéola, também conhecida como “sarampo alemão”, é uma doença infecto-contagiosa causada por um vírus. Seus principais sintomas são febre baixa, manchas na pele, dor de cabeça e dor no corpo. A vacina dupla viral que está sendo aplicada, além de prevenir a rubéola, também imuniza contra o sarampo. A rubéola, que é transmitida por via respiratória, é altamente contagiosa, sendo que cerca de 90% das pessoas sem imunidade, que compartilham ambiente com uma pessoa infectada, contraem a doença. As vítimas com maior risco são as gestantes, pois a doença pode causar aborto ou deformação no bebê.

Quem ainda não se vacinou contra a rubéola deve procurar os postos de saúde, UBS (Unidade Básica de Saúde), PSF (Programa Saúde da Família) do município mais próximo de sua residência e ser imunizado, colaborando assim para a eliminação da doença no país.

 

Jornal ATOS, 13 de novembro de 2008.

Aparecida busca projetos para dinamizar ensino

“Vá ao Cinema” e “Festival de Teatro Escolar” abrem as portas para a arte e cultura brasileira

Para dinamizar e oferecer um método diferente de ensino para a rede pública, a prefeitura de Aparecida tem implantado diversos projetos. Um dos exemplos é o “Festival de Teatro Escolar”, que já acontece na cidade desde 2002.

Idealizado pela própria secretaria municipal de Educação, o programa tem como objetivo incentivar as artes cênicas aos alunos, ensinando novas histórias e proporcionando atividades de lazer. “Esse projeto é bom para os estudantes, pois enquanto estão na escola ensaiando para o teatro ficam fora dos perigos das ruas”, disse a assessora de comunicação da secretaria de Educação, Débora Darido.

Durante todo o ano, aproximadamente 14 peças de teatro já foram apresentadas no palco “Felício Goussain”, na praça Dr. Benedito Meirelles. As mais recentes foram: “A Pequena Sereia e o Chamado das Águas”, encenada pelos alunos da Educação Infantil; “Todos Nós Somos uma Arte”, apresentado pelos alunos da escola Marieta Braga; “Um Sonho de Criança”, feito pela Arte Criança e “Um Conto Diferente”, dos alunos da escola Chagas Pereira.

Além do “Festival de Teatro Escolar”, outro projeto foi incorporado à rede nessa semana. É o projeto “Vá ao Cinema”, que está de volta a Aparecida. Idealizado pela Secretaria Estadual da Cultura, em parceria com a prefeitura, o projeto acontece no Cine Aparecida até 4 de dezembro.

O “Vá ao Cinema” é um projeto de formação voltado para o cinema nacional, que possibilita aos alunos da rede pública assistir a filmes brasileiros inéditos em suas cidades. Em Aparecida, todas as escolas municipais e estaduais participam das sessões diárias de filmes.

De acordo com dados da Secretaria Estadual da Cultura, em 2008, o programa distribuiu 2,5 milhões de vale-ingressos gratuitos para estudantes de escolas públicas de todo o Estado. Desta forma, alunos e professores recebem ingressos para assistirem a vários filmes nacionais, como “Os Porralokinhas – Uma Aventura na Mata Atlântica” e “Chega de Saudade”.

Jornal ATOS, 13 de novembro de 2008.

Lorena se prepara para XIII Encontro de Corais

Noite das Vozes traz à população boa música com o som do MPB

Os apreciadores da boa música e do canto coral não devem perder a oportunidade de assistir ao XIII Encontro de Corais “Noite das Vozes”, que será realizado em Lorena. O evento, que irá ocorrer no Teatro São Joaquim, terá como objetivo, além de realizar uma confraternização com os coralistas, de comemorar e homenagear o Dia do Músico.

A “Noite das Vozes” ocorre todos os anos na cidade desde que foi criada pelo coral Maria de Nazareth, em parceria com a secretaria da Cultura, em 1996. Este ano serão 13 corais a se apresentarem, entre vindos da região, sendo que cinco deles já participaram do Encontro em anos anteriores.

Ao todo serão entre 400 e 500 coralistas se apresentando na noite de 22 de novembro. “Musicalmente e culturalmente falando este é um evento único. Em Lorena não existem encontros de corais, apenas este, por isso esse dia é uma oportunidade para as pessoas que gostam de música se deliciarem com as apresentações”, disse a integrante e secretária do coral Maria de Nazareth, Mércia Toledo.

Quem comparecer ao evento, que terá início às 19h, poderá conferir a sua abertura com o coral Maria de Nazareth cantando o hino de Lorena. Em seguida ocorrerá a apresentação dos seguintes corais: coral municipal infanto-juvenil Educanto, de Aparecida (SP); coro do Projeto Guri, de Cruzeiro e Piquete (SP); coral municipal de Caçapava (SP); coral Serra Azul, Itanhandu (MG); coral municipal de Itaquaquecetuba (SP); coral Cesama, Juiz de Fora (MG); coral Canto Encanto, Armação de Búzios (RJ); coral da APAMPESP, Mogi das Cruzes (SP); coral Canto Livre, Betim (MG); coral da FUNAC/UNITAU, Taubaté (SP); coral municipal de Valinhos (SP); coral Ipiranga, Rio de Janeiro (RJ) e coral Maria de Nazareth, Lorena (SP).

Cada coral deverá cantar três peças. Dessas três peças, duas obrigatoriamente devem ser de Música Popular Brasileira (MPB), podendo a terceira ser livre. Ao final do encontro, todos os corais formarão um grande coral e cantarão a música “Hino ao músico”.

De acordo com Mércia, apesar do evento ser realizado no Teatro São Joaquim, que tem capacidade de comportar 600 pessoas sentadas, o local já está pequeno para o tamanho do Encontro. “Todos os anos ficam pessoas de pé pelos corredores do teatro e até mesmo do lado de fora. Isso demonstra que o nosso trabalho vem sendo reconhecido”, concluiu.

Ensaios – Interessados em participar do canto coral, podem comparecer na Casa da Cultura nas quartas e quintas-feiras, às 19h30, que é onde o coral Maria de Nazareth ensaia. Qualquer pessoa pode participar, basta ir ao local e realizar um teste com a regente do coral para saber a que tipo de voz pertence (soprano, contralto, tenor ou baixo).

Jornal ATOS, 13 de novembro de 2008.

Cursos da Unisal estão entre os melhores do país

Direito e Turismo estão pela terceira vez no ranking dos mais aprovados

Os cursos de Direito, Pedagogia e Turismo do Centro Unisal, unidade de Lorena, foram classificados entre uns dos melhores do país na avaliação de cursos superiores realizada todos os anos pela revista Guia do Estudante, da Editora Abril.

Cursos de instituições de todo o país são avaliados pelo Guia, e recebem de uma a cinco estrelas, mas somente aqueles com mais de três estrelas é que entram no ranking das melhores universidades e cursos do país. Os cursos de Direito e Pedagogia receberam quatro estrelas, enquanto os cursos de Psicologia e Turismo receberam três.

De acordo com o Guia, o número de estrelas classifica o nível das instituições: cinco estrelas, significa excelente; quatro estrelas, muito bom; três estrelas, bom; duas estrelas, regular e uma estrela, fraco.

É o terceiro ano que os cursos de Direito e Turismo da Unisal recebem estrelas do Guia do Estudante. Para o coordenador do Direito, professor Flávio Martins, as estrelas comprovam que a instituição está no caminho certo. “Isso apenas mostra que nossos esforços constantes na busca pela qualidade da educação têm sido recompensados”. Mais de mil alunos, que estudam nos cursos estrelados, se beneficiaram com a avaliação realizada pelo Guia.

O coordenador explica que esta avaliação foi feita por meio de um formulário enviado pela Editora Abril a todas as instituições de ensino superior. A coordenação dos cursos tem, aproximadamente, um mês para responder o formulário que traz perguntas específicas sobre o curso, como: Quantos professores mestres e doutores possui?; Quantos livros esses professores escreveram ao longo do ano?; Quantos artigos escreveram?; entre outras.

Depois do envio dos formulários, a Editora Abril visita algumas universidades para verificar a veracidade do formulário. “Essa avaliação beneficia a Unisal no sentido que, possuindo os melhores cursos da região, poderemos cada vez mais tornar a universidade melhor”, explicou o professor.

Apesar de quatro cursos terem recebido as estrelas, seis ainda ficaram impossibilitados de receberem a classificação, são eles: Administração, Ciência da Computação, Filosofia, Geografia, História e Matemática. De acordo com Martins, isso irá mudar. “Com certeza os outros cursos devem seguir os exemplos dos cursos estrelados. Portanto o bom exemplo dos cursos premiados já é automaticamente estendido para os cursos que até então não foram premiados”, acredita.

O Guia do Estudante – A revista nasceu em 1984, como uma edição especial do Almanaque Abril. A sua proposta é orientar o vestibulando sobre o que e onde estudar, trazendo informações sobre o mercado de trabalho e reunindo uma lista com nome e endereço das faculdades e universidades do país. Foi apenas em 1986, quando a revista ganhou uma marca própria, é que começou a publicar a lista das melhores faculdades do Brasil.

 

Jornal ATOS, 25 de outubro de 2008.

“Planeta Água” chega a Cachoeira Paulista

Projeto ensina crianças a preservarem a natureza e os recursos naturais

Após beneficiar, gratuitamente, mais de 150 mil crianças das escolas da rede pública, e percorrer mais de 90 cidades brasileiras, o projeto itinerante de Educação Ambiental “Planeta Água”, em seu 5º ano de realização, chega a Cachoeira Paulista.

Com o objetivo de ensinar toda a população a agir em defesa de um planeta sustentável, o projeto promove a conscientização em relação a preservação do meio ambiente. Dinamizando o seu conteúdo de forma lúdica, o “Planeta Água” é composto por um espetáculo teatral e oficina de arte, que vem conscientizar e educar as crianças para a redução do consumo e a preservação da natureza e de todos os recursos naturais, com especial atenção à água e à Mata Atlântica.

A execução do projeto aconteceu nessa semana, com a participação de todos os alunos da rede municipal de ensino, em duas edições diárias, a primeira a partir das 9h30, e a segunda às 15h. A cada 15 dias uma nova cidade recebe o projeto itinerante. Equipamentos de som, luz, palco, teares e exposição de obras de arte criam o ambiente necessário à realização do projeto, que procura ressaltar ainda que nenhuma iniciativa será suficiente se não contar com a ação de todos.

Segundo o secretário de Educação de Cachoeira, Rubens Lopes, o projeto vem complementar todo um trabalho de educação ambiental que a SEEL (Secretaria de Educação, Esporte e Lazer) tem realizado junto aos alunos nestes quatro últimos anos. “Nós estamos formando, conscientizando, educando, proporcionando oportunidades para que todas as nossas crianças, desde cedo lutem para uma Cachoeira com um meio ambiente melhor a cada novo dia”, disse.

 

 Jornal ATOS, 10 de outubro de 2008.

 

Câmara de Guará abre CEI para investigar verba para Santa Casa

Vereador Moura Brasil quer saber se Estado liberou ou não R$ 150 mil

A Câmara vai investigar o repasse de verbas do Estado à Santa Casa de Guaratinguetá. Os vereadores aprovaram a instauração de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI), que vai investigar o repasse ou não do dinheiro para o hospital.

O presidente da comissão, vereador Moura Brasil, propôs essa CEI na última quinta-feira, mas ela só foi aprovada depois do pleito eleitoral, na última terça-feira.

A CEI foi instaurada devido ao fato que a Secretaria Estadual de Saúde, por meio da Divisão Regional de Saúde (DIR) de Taubaté, teria informado um repasse de R$ 150 mil, por meio de uma emenda parlamentar, para a Santa Casa, com a sugestão de uma obra que retira as gestantes do Pronto Socorro para colocá-las diretamente na maternidade. O problema é que a Santa Casa nega ter recebido o dinheiro.

De acordo com o presidente da comissão, a Câmara tem posse de um documento da Secretaria do Estado mencionando essa verba, assim como também possui um DVD onde o diretor administrativo e o atual provedor da Santa Casa, Marco Aurélio Ortiz, diz não ter conhecimento do repasse. “Por causa desse desacordo, nós decidimos buscar e apurar se houve ou não a liberação deste dinheiro, já que o Estado afirma que repassou”, disse o vereador.

Moura Brasil ainda informou o que motivou o pedido da criação da CEI. “Eu tenho buscado retirar todas as grávidas do Pronto Socorro. Este lugar é para doente e gravidez não é doença. Portanto, a grávida tem que ser direcionada para a maternidade, lá é o local correto de receber as gestantes”.

Santa Casa – O provedor da Santa Casa, Marco Aurélio Ortiz, esclarece que o Estado realmente mandou um ofício dizendo que enviaria uma verba de R$ 150 mil, mas por conta de um engano, a Secretaria Estadual de Saúde refez esse ofício informando que a verba enviada seria de R$ 100 mil. Essa verba diz respeito a uma emenda parlamentar do então deputado Antônio Carlos, prefeito eleito de Caraguatatuba. Marco Aurélio diz que é por esse motivo que está ocorrendo o impasse e garante que a Santa Casa estará aberta para prestar qualquer depoimento, caso seja chamada à Câmara.

 Jornal ATOS, 10 de outubro de 2008.

 

Idosos de Lorena ganham dia de festa e viagem de lazer

Projeto Re-brincando leva atividades para melhorar qualidade de vida da terceira idade

O idoso ganhou uma festa em grande estilo em Lorena. A prefeitura, juntamente com o Centro Interdisciplinar de Assistência Educacional (CIAE) e o Projeto Re-brincando, promoveu diversas atividades para comemorar o Dia do Idoso. Cerca de 400 idosos participaram.

Com o tema: “Atividades lúdicas e culturais como estimulantes da memória”, o evento contou com atividades recreativas, inclusive com passeio para os idosos. O objetivo foi homenagear e proporcionar uma melhor qualidade de vida a todos os residentes dos quatro asilos da cidade.

De acordo com a coordenadora do CIAE, Elisabete Maria Batista de Souza, fizeram parte da programação festejos na Vila Vicentina Sagrada Família e Lar São José, onde os idosos puderam jogar bingo, entre outros jogos.

Também foi realizado um passeio ao Sítio do Pica-pau Amarelo, em Taubaté, onde aconteceu um piquenique no local; atividades recreativas no Abrigo Maria de Nazareth e Vila Vicentina. “Para nós é importante que os nossos velhinhos escolham as atividades que querem participar. Nós não ficamos impondo algo que queremos e sim o que eles querem”, contou.

Mas as atividades da V Semana Municipal do Idoso ainda não acabaram. Neste domingo, os idosos irão participar do programa Terra da Padroeira, da TV Aparecida. Após o programa, eles farão um passeio pela cidade, visitando a Basílica e o Shopping do Romeiro. De acordo com a coordenadora, foram os velhinhos mesmos que escolheram os passeios. “Como nos asilos nós temos livros do Monteiro Lobato, ao lerem, os nossos idosos ficaram com muita vontade de conhecer o sítio, e o programa, eles assistem todos os dias de manhã, por isso queriam ir lá também”.

Para Elisabete, esta semana é de extrema importância para os idosos. “As atividades e passeios programados são como se fossem um presente para eles. Os nossos velhinhos ficam muito tempo dentro dos asilos, são poucas as oportunidades que têm para passear. Desta forma essa semana é uma oportunidade para eles estarem saindo dos asilos e estarem convivendo com outras pessoas”, concluiu.

Região comemora Dia Nacional do Idoso

Guará e Aparecida realizam eventos voltados a Melhor Idade

 Além de Lorena, outras cidades da região também comemoraram ou irão comemorar o Dia Nacional do Idoso, promovendo atividades voltadas inteiramente para os ‘velhinhos’.

Em Aparecida, o Centro de Convivência da Melhor Idade (CECON) promoveu a II Semana do Idoso. De acordo com a assistente social do centro, Mônica Aparecida César de Sousa, os idosos tiveram a oportunidade de participar, todos os dias, de diversas atividades e palestras realizadas ao longo da semana, feitas especialmente para eles. Foi oferecido para os idosos: atividades esportivas; avaliação de saúde, com o tema “Carinho não tem idade”; oficina de artesanato e oficina de beleza. Além dessas atividades, durante a semana ocorreu um campeonato de truco, sendo que na sexta-feira os três finalistas foram premiados com troféus e medalhas. Na sexta-feira também ocorreu, para finalizar as comemorações, um baile com Renato, Adriano e Banda.

Segundo Mônica, o objetivo dessa II Semana do Idoso foi conscientizar os residentes da CECON, tanto nos aspectos físicos quanto nos psicológicos. “Por esse motivo nossas palestras trataram, principalmente, de questões de saúde, como os benefícios da fisioterapia, como ter uma boa qualidade de vida, e como cuidar bem dos dentes”, explicou. A assistente social ainda informou que a maior dificuldade enfrentada por esses idosos é a baixa auto-estima. “É por isso que a realização dessas atividades são importantes para eles. Nós procuramos sempre realizar palestras e eventos que possam ajudá-los a recuperar a auto-estima”.

Em Guaratinguetá, as comemorações do Dia do Idoso serão realizadas mais tarde. O Conselho Municipal do Idoso preparou para 18 de outubro uma série de atividades. De acordo com a presidente do Conselho, Dalila Corrêa Maciel, as atividades ocorrerão a partir das 8h no Parque Ecológico Antero dos Santos, localizado no bairro Nova Guará. “Nós pretendemos fazer uma tarde de cidadania, um evento com show, verificação de pressão para os idosos e também haverá advogados no local para tirar dúvidas a respeito do INSS e da emissão de documentos”, disse.

Esse evento tem como objetivos principais homenagear a melhor idade e proporcionar um dia de lazer, promovendo uma confraternização entre todos os idosos do município. 

 

Jornal ATOS, 02 de outubro de 2008.

Entradas Mais Antigas Anteriores

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.